fbpx
Role para cima
©2022. Aigen Soluções Digitais

Inbound Marketing: o que é, como funciona e por que você deve investir nele

Por Camila Farias, redatora convidada.

08/04/2022, às 10h

inbound marketing

Você sabe o que é inbound marketing? Essa estratégia leva em conta o marketing de atração e busca criar e compartilhar conteúdos e materiais a partir de um determinado público, com o objetivo de atrair, conquistar e obter um bom relacionamento com o cliente. 

Essa é uma estratégia da área do marketing digital e é essencial para quem deseja obter credibilidade no mercado.

Por esse motivo neste artigo você saberá o que é o inbound marketing, como ele surge, suas principais características e o porquê dessa estratégia ser tão interessante. 

O texto irá abordar os principais pilares do marketing de atração e trará métricas importantes para obter melhores resultados com ferramentas de inbound. Confira os detalhes a seguir!

 

Conheça o inbound marketing e seus pilares

Para conhecer melhor como funciona o inbound marketing, vale a pena se atentar a alguns elementos. 

Primeiro, essa técnica trabalha com um tipo de comunicação aberta, ou seja, ela busca gerar o engajamento e permite que a interação entre empresa e cliente seja constante. 

Além disso, o contato com o cliente não é interrompido porque houve a venda. Pelo contrário, esse contato é mantido no período posterior, pois existe o objetivo de manter esse relacionamento e gerar confiança e fidelização.

Para isso, o inbound marketing se baseia em alguns pilares principais, que são o marketing de conteúdo, SEO e as estratégias para redes sociais. 

No caso do marketing de conteúdo, podemos afirmar que essa ferramenta permite a criação de um material de qualidade e que atenda as especificidades de cada etapa do funil de vendas do cliente. 

Ou seja, vai desde a atração até o momento e processos que envolvem a conversão e encantamento dos clientes. 

Dessa forma, o marketing de conteúdo permite o envio e publicação de material em:

  • Blogs;
  • Email-marketing;
  • Redes sociais;
  • Canais de vídeos. 

Inclusive, nas redes sociais a empresa consegue obter uma grande visibilidade, além de fortalecer a imagem da sua marca junto ao público, humanizando o negócio.

Essas redes são importantes por proporcionarem uma boa interação entre empresa e público, assim como fortalecer a imagem empresarial. 

Outro ponto importante são as técnicas de SEO, que lidam com a otimização da busca por palavras-chaves. 

A estratégia funciona ao considerar que muitas pessoas utilizam o Google para fazer pesquisas, tirar dúvidas e realizar compras. Assim, os termos mais usados são identificados e melhorias na página e nos conteúdos podem ser aplicados.

Dessa forma, as empresas estão em constante disputa por um bom ranqueamento na página de resultados dos buscadores, visto que possibilita atrair mais potenciais clientes.

Esse resultado só é possível se a empresa tiver um bom tráfego orgânico (ou seja, uma boa qualidade no conteúdo), mas também bons indicadores relacionados à qualidade do site e mídia paga, como boa navegação e aplicação de estratégias (como as palavras-chave) para melhorar a localização do material e a experiência durante a navegação.

 

Etapas do inbound marketing

Para dar continuidade no entendimento sobre o tema, precisamos conhecer 4 etapas cruciais e que definem o inbound marketing. São elas:

  • Atração;
  • Conversão;
  • Vendas;
  • Encantamento. 

A atração lida com ações que buscam captar novos clientes para a empresa. 

Ou seja, nessa fase realiza-se uma pesquisa de público para identificar quais são os interesses e relevância para o público que define os potenciais clientes, sanando suas dores e dúvidas e atraindo para o negócio. 

Outra fase importante é a conversão, que é quando a pessoa demonstra interesse pelo negócio. Neste momento a pessoa se cadastra no site da loja e pode receber email marketing sobre um tema, baixar um ebook, dentre outros, sendo um passo de relação mais próxima e de confiança, visto que um dado é fornecido por informações mais completas.

Esse processo tem o objetivo de levar o cliente até a compra de um produto e, após isso, manter um bom relacionamento para gerar o encantamento. 

 

Principais métricas de Inbound Marketing para acompanhar

Existem algumas métricas importantes que podem ser acompanhadas no inbound marketing. 

Nesse contexto, é possível destacar o ROI (que é o retorno sobre investimento), a taxa de conversão e a conversão do funil de vendas. 

O ROI é uma das principais métricas avaliadas pelo marketing, levando em conta o retorno – ou seja, o valor obtido – em cada ação aplicada. A ideia é verificar se uma campanha, por exemplo, trouxe lucro ou prejuízo para a empresa e qual é seu índice.

Nesse sentido, alguns elementos podem ser analisados, como os leads e o próprio ciclo de vendas. 

Já as taxas ligadas à conversão lidam e acompanham os visitantes em um site, assim como clientes em potencial (leads), identificando a porcentagem que evolui em cada estágio até o processo de venda. 

Por meio desse indicador, é possível verificar quais são as dificuldades ou facilidades que sua empresa possui no processo de obter os clientes. 

Por fim, destacamos o processo de conversão do funil de vendas, já que os clientes podem apresentar diferentes ciclos e etapas nessa jornada de compra, o que pode variar conforme o produto/serviço e a área de atuação como um todo.

Assim, aplicando as estratégias de inbound marketing adequadamente e considerando os objetivos almejados (para identificar as métricas mais importantes), é possível ter um melhor desempenho em todo o processo de atração e conversão, tornando as vendas e contatos mais estratégicos.

Bacana, não é?

Você já conhecia um pouco sobre o Inbound Marketing? Comente aqui embaixo!

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *