fbpx
Role para cima
© 2021. Aigen Soluções Digitais

As linguagens de TI mais utilizadas nos últimos anos

Que a programação é uma área crescente nos últimos anos você, leitor, já sabia… mas se decidir entrar nesse mundo… por onde começar? Que linguagem aprender?

Por Redação

25/06/2021 às 12h38

linguagens atuais de TI

A pandemia trouxe diversas mudanças para nossa sociedade. Algumas coisas foram totalmente inéditas, outras apenas foram extremamente aceleradas. Uma delas foi a digitalização das empresas e dos negócios. Muitos lugares, para não fechar as portas, tiveram que se digitalizar e nesse processo, foi necessário desenvolver sites e sistemas totalmente automatizados, auxiliando não só o funcionamento interno da loja, mas principalmente o contato da loja com o cliente.

Essa necessidade fez com que empresas de tecnologia e profissionais que desenvolvem sites e sistemas fossem extremamente necessários para o período e requisitados por um grande número de clientes.

Essa é uma tendência crescente para o mercado – a projeção é que os próximos anos, mesmo sem pandemia, sejam cada vez mais digitais para as empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Como conclusão, temos um ramo cada dia mais crescente: a programação.

De olho nessa fatia de mercado que só cresce, muitos profissionais buscam se desenvolver nessa área de atuação e acabam se perdendo nas muitas possibilidades de linguagens de programação. Pensando nisso, trouxemos para você as principais linguagens de programação do mercado e um breve resumo sobre cada uma delas. Confira!

Java

A linguagem de programação Java é a mais famosa e mais solicitada. Uma de suas principais características é sua portabilidade, ou seja, é possível compilar um programa para todos os tipos de aparelhos. Inclusive, por isso, ela é a principal linguagem para a criação de aplicativos para Android.

A linguagem Java tem outras duas vantagens: a retrocompatibilidade (que permite que o código da versão antiga continue sendo compilada pela versão atual) e também a escalabilidade (o programa tem a capacidade de se adaptar à medida que o número de utilizações ou usuários cresce).

JavaScript

A linguagem de programação JavaScript não faz parte da plataforma Java. Diferente da anterior, a linguagem JavaScript não é uma linguagem de programação robusta e compilada, mas de scripts: executada e não compilada.

Para funcionar, ela depende do navegador. É geralmente programada com outra linguagem, como por exemplo, o HTML. O JavaScript é uma das linguagens favoritas para aplicações web e tem ganhado cada vez mais espaço em desktop e mobile, por sua interatividade e simplicidade na aplicação.

Python

Uma das linguagens mais antigas (lançada em 1989) e mais fáceis para programação, a programação em Python ainda é muito utilizada para desenvolvimento web e machine learning. Apesar de simples, é uma linguagem que pode ser utilizada para desenvolver e administrar grandes sistemas.

PHP

Muito usado em páginas web, o PHP é utilizado para atribuir funções à página, tarefa que o HTML não desempenharia muito bem. Essa linguagem também faz a integração da página a um banco de dados em MySQL. O PHP também tem suporte à maioria dos servidores web atualmente.

C

A linguagem C é também uma das mais antigas e conhecidas. Sua principal vantagem é a portabilidade daquilo que foi programado para outro dispositivo e é orientada a procedimentos. 

Apesar de antiga, aprender a programar em linguagem C é muito vantajoso, uma vez que essa linguagem funciona em quase todo tipo de sistema.

C++ 

Considerada mais adaptável do que a linguagem C, e derivada dela, a linguagem C++ é orientada a objetos. Ela foi feita respeitando as vantagens e particularidades da linguagem C, mas com algumas mudanças, como a orientação para objetos e o pacote STL. 

C++ é também multiplataforma e é considerada uma linguagem de médio nível. Não é muito utilizada em aplicações de front-end da web e aplicativos móveis, por exemplo.

C#

A linguagem C# foi uma linguagem criada, baseada nas linguagens C e C++, com a adição de elementos Pascal e Java. 

O C# é orientado a objeto e também a componentes. Essa linguagem fornece recursos para dar suporte a novas cargas de trabalho e práticas de design de software novos no mercado.

Essa linguagem também enfatiza o controle de versão, com a finalidade de garantir que programas e bibliotecas possam evoluir e passar por mudanças ao longo do tempo de maneira compatível.

Essas são as principais linguagens de programação para um profissional que busca entrar no mercado, para aprender mais sobre esse universo. Existem muitas outras linguagens importantes e com funções diferenciadas, mas nesse post, quisemos trazer as mais tradicionais: que já fazem sucesso e continuam necessárias, mesmo em um mundo de constante mudança.

Vale destacar ainda: não existem linguagens de programação “melhores” ou “piores”, cada linguagem tem uma função diferente. Por isso, o profissional no mercado da tecnologia e da programação tem sempre que estar em constante aprendizado, busca pelo conhecimento e atualização.

Gostou do texto? Confira esse outro que fizemos sobre o Cellebrite: o dispositivo capaz de rastrear dados e auxiliar em investigações.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *