fbpx
Role para cima
© 2021. Aigen Soluções Digitais

As mudanças no mercado de TI pós-pandemia

Essa é uma área que cresceu e cresce muito, durante os últimos meses. Mas… e quando a pandemia terminar?

Por Redação

08/06/2021 às 12h30

TI pós pandemia

A pandemia trouxe instabilidade e grandes mudanças em diversas áreas, de diversos segmentos, ao longo dos meses. Mudanças profundas aconteceram e continuarão a acontecer não apenas na área da saúde, mas em diversos setores da economia também, como consequência.

A TI é uma dessas áreas. Impulsionada pela pandemia e pela necessidade urgente de digitalização de empresas e negócios, essa é uma área que cresceu e cresce muito, durante os últimos meses. Mas… e quando a pandemia terminar? Como será que esse ramo de atuação irá se comportar?

Segundo o relatório da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a área de Tecnologia da Informação (TI) precisará de aproximadamente 420 mil profissionais até 2024. Esse número de vagas se contrapõe à baixa quantidade de profissionais formados e qualificados da área e preocupa.

O Correio Braziliense comentou em sua matéria sobre o assunto que o Brasil capacita 46 mil pessoas com perfil tecnológico aptas à área de TI. Mas, a Brasscom prevê que serão necessários cerca de 70 mil profissionais ao ano para que as vagas sejam completamente ocupadas, quase o dobro. Isso significa que as empresas terão que tornar as oportunidades ainda mais atrativas (com salário, benefícios, horário flexível, etc), para disputar os especialistas e não perdê-los para os concorrentes.

“As oportunidades mudaram e empresas de todos os lugares do mundo começaram a contratar pessoas de todos os lugares do mundo. E a nossa moeda está no momento muito desvalorizada, e o Brasil é reconhecido como um bom espaço de formação de talentos de tecnologia”, observa Rodrigo Terron, diretor de operações da Rocketseat, uma plataforma de educação em tecnologia, em entrevista para o Correio Braziliense.

Toda essa procura deve-se ao fato da pandemia ter acelerado ainda mais a necessidade de digitalização das empresas. Mais do que apenas trazer agilidade, as empresas buscam por uma equipe de TI que possa ajudá-los a diferenciar-se dos concorrentes, com um modelo de negócio mais estratégico.

Logo, podemos concluir que a área de TI continuará a crescer e evoluir. A preocupação que fica agora é: será que a sociedade tem formado profissionais de acordo, em número e em qualificação, com o cenário que está chegando? Se não, quais serão as consequências?

E você? O que acha da situação?

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *