Role para cima
© 2020. Aigen Soluções Digitais

A Saúde Mental e a Tecnologia

A saúde mental é um tema muito importante no dia-a-dia de qualquer ser humano, principalmente se considerarmos o contexto pandêmico em que nos encontramos. Por isso, vamos tratar neste texto sobre algumas dicas e facilitações da tecnologia para o cuidado com a sua saúde, em tempos tão complicados.

Por Redação

04/09/2020 às 17h20

a-saude-mental-e-a-tecnologia

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno. Por conta da Pandemia, que acarretou medo e mudanças à vida das pessoas, esse número cresceu ainda mais.

Em entrevista à Veja Saúde, o psicólogo Felipe Ornell, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre explica o motivo: quando estamos sob ameaça, nosso corpo se prepara com doses de cortisol, o famoso hormônio do estresse, para fugir ou lutar. Com esse hormônio, o coração dispara, para levar mais sangue para o corpo e a respiração cresce, para aumentar a captação de oxigênio.

Porém, como estamos enfrentando um oponente invisível, que pode estar em qualquer lugar, a toda hora, nosso gatilho de tensão é disparado a todo instante. Isso pode gerar, por exemplo, crises de ansiedade ou depressão.

O que fazer para evitar que isso aconteça?

Esse é um momento delicado, mas podemos fazer algumas coisas para cuidar de nossa saúde mental. Por exemplo: 

  • Tentar manter o contato por plataformas de encontro digital com parentes e amigos em quem você confia. Esses encontros online são bem diferentes dos presenciais, mas bater um papo e poder ver, mesmo que por vídeo, alguém importante pode fazer muito bem. Existem hoje, no mercado, diversas plataformas gratuitas: Google Hangouts (você apenas precisará logar com seu Gmail), Skype (você apenas precisará logar com seu Hotmail), Zoom e ainda, ligação em vídeo via Whatsapp.
  • Manter uma rotina: estabeleça horários e busque respeitá-los. Assim, seu corpo entende o cronograma do dia. Inclua nela sempre que possível atividades físicas e um banho de sol no período da manhã ou no fim da tarde.
  • Outro ponto importante é moderar a quantidade de informações que acompanhamos a respeito da pandemia. A cada momento, mais e mais informações diversas são lançadas na rede e se buscarmos acompanhar cada uma delas, os ciclos de injeção de cortisol e estresse serão cada vez mais constantes. Ao mesmo tempo, é muito importante informar-se. Por isso, programe-se para assistir ao noticiário uma ou duas vezes por dia, apenas.

Acompanhamento profissional: um ponto importante

A ajuda de um profissional para o acompanhamento psicológico é muito importante e em muitos casos, imprescindível, sendo feito periodicamente. Mas… como iniciar ou continuar o tratamento se o contexto pandêmico que agrava a ansiedade é o mesmo que nos impede de sair de casa, para evitar a contaminação?

É aí que a tecnologia desponta como uma grande aliada do momento atual. Cada dia mais, mais profissionais estão adaptando seus produtos e serviços para oferecê-los de maneira on-line e os psicólogos também estão nesta lista. 

As consultas on-line encontraram neste momento uma grande oportunidade de crescimento. Mas… como funciona? 

Entre em contato com seu psicólogo ou psiquiatra e combine com ele o agendamento de horário e de plataforma que utilizarão para a sessão. O psicólogo provavelmente pedirá que você ligue a câmera, para que vocês se vejam. Por mais que o ambiente seja novo, tente se sentir à vontade para compartilhar aquilo que você vem sentindo. Lembre-se que ele está ali para te ouvir e vai te ajudar. 

Procure cuidar de você. Buscar e manter ajuda profissional é um passo importante para cuidar de um assunto que sempre mereceu e agora merece ainda mais atenção: a sua saúde mental.

Lembre-se: Você importa! Se precisar, ligue CVV 188 ou acesse https://www.cvv.org.br/.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *