Role para cima
© 2020. Aigen Soluções Digitais

Especial Dia da Mulher: Mulheres de TI e seus desafios

Conheça mais sobre o nascimento da data, mulheres de TI que foram importantes para a área e mais!

Por Juliana, Analista de Mídias

06/03/2020 às 11h00

mulheres-no-ti

Dia da mulher: Como surgiu?

O dia da mulher está chegando e com ele, muitos chocolates, flores e promoções voltadas ao público feminino. Mas você sabe por que esse dia é tão importante?

O Dia da Mulher não é apenas uma data de homenagens às mulheres criada pelo comércio, mas possui raízes históricas mais profundas e sérias. A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975 e é comemorado desde o início do século 20.

Sua origem tem muitas datas e se relaciona com diversos eventos ocorridos ao longo da história, geralmente ligados à luta por condições de trabalho iguais para homens e mulheres. No Brasil, é comum relacionar a origem da data à um evento específico: o incêndio que aconteceu em Nova York, no dia 25 de março de 1911 na Triangle Shirtwaist Company, quando 146 trabalhadores morreram, sendo 125 mulheres e 21 homens (na maioria, judeus), que mostraram as más condições enfrentadas pelas mulheres na Revolução Industrial.

A mulher e a área da tecnologia

A luta por melhores condições para mulheres no mercado de trabalho acontece e se faz necessária até hoje. A área da tecnologia, por exemplo, é majoritariamente masculina. Isso se dá uma vez que o ambiente se faz hostil para mulheres. Segundo a pesquisa “Elephant in the Valley” de 2016, cerca de 60% das mulheres que trabalham no mercado de tecnologia sofrem assédio sexual e mais de 90% delas sofrem discriminação de gênero em reuniões de tecnologia e atividades externas.

Apesar de condições tão difíceis, muitas mulheres enfrentam diariamente estes desafios para fazerem aquilo que sabem: trabalhar! Que tal aproveitar a oportunidade e conhecer algumas mulheres que brilharam e fizeram história na área de tecnologia?

margaret-hamilton

Margaret Hamilton: A mulher que salvou a vida dos astronautas que pisaram na Lua

No dia 20 de julho de 1969, os três astronautas da Apolo 11, ao pousar o módulo lunar na superfície da Lua apertaram, devido a um erro no manual de procedimentos, um botão errado. Por ter ficado sobrecarregado com atividades extras desnecessárias para pouso, o computador, então, começou a apitar, avisando que uma catástrofe iria acontecer. Mas nada aconteceu graças a Margaret Hamilton, que já havia escrito códigos no computador que comandou a nave que instruía o sistema a detectar qual era a situação e definir as prioridades, interrompendo assim as atividades menos prioritárias e fazendo a nave pousar em segurança.

Ada Lovelace, a primeira programadora da história

Durante sua juventude, Ada desenvolveu, juntamente com Charler Babbage, o conceito de computador programável.
Em 1842, depois de traduzir um artigo sobre a Máquina Analítica de um engenheiro militar italiano, ela adicionou suas próprias anotações ao trabalho. Essas notas, classificadas de A a G, contém um algorítimo que permite que essa Máquina possa classificar a Sequência de Bernoulli. Esse foi então o primeiro algoritmo a ser implementado por um computador. Por isso, Ada é considerada a primeira pessoa a programar em toda a história.
Infelizmente, ela faleceu antes de ver a Máquina Analítica pronta e seu algoritmo funcionando, mas, mais de cem anos após sua morte, suas anotações foram republicadas e a máquina foi reconhecida como o primeiro modelo de computador.

ada lovelace
hedy-lamarr

Hedy Lamarr, inventora do salto com frequência

Hedy é considerada a inventora do salto com frequência, técnica que evita a interceptação de mensagens. Ao observar que cada nota no piano emitia uma frequência de longo alcance diferente se tocadas sozinhas e em melodia, ela pensou em como isso poderia ser utilizado em espectros da comunicação militar. Ela projetou, então, durante a Segunda Guerra Mundial, um sistema para que estações de radiocomunicação mudassem seu sinal 88 vezes seguidas, juntamente com o compositor George Antheil. O objetivo era que os inimigos tivessem dificuldade para detectar os registros alternados e assim, complicasse a orientação de mísseis e torpedos. O sistema foi patenteado no ano de 1940.
Sua invenção foi de grande importância no período da guerra e até hoje em dia, uma vez que a tecnologia é usada também em redes celulares, GPS, Bluetooth e até mesmo Wi-Fi.

Incrível, né? Você pode acompanhar e conhecer a história dessas e de outras mulheres importantes para a história da tecnologia clicando aqui.

A mulher, o mercado de trabalho e a programação

Hoje em dia, essas mulheres ainda estão por aí, lutando por seu espaço na área da tecnologia e buscando por chances de mostrar o valor de seu trabalho. Para contar um pouco mais sobre o dia-a-dia da profissão de programador na visão e experiência feminina, trouxemos 2 depoimentos. Confira!

O primeiro deles é o da Samantha, que trabalha aqui com a gente na Aigen. Ela faz parte da nossa equipe desde 2016 e contou pra gente sobre um pouco de seu trabalho com a programação:

Desde os 12 anos tenho o sonho de aprender e sobre a área de TI e me apaixonei desde o primeiro contato. A complexidade da programação me encanta! Os principais desafios da área hoje em dia para mim são ter que me reinventar todos os dias e aprender sempre uma ideia ou código diferente. 

Por ser mulher, no começo da carreira, tive problemas para conseguir emprego, principalmente porque a maioria dos cargos que eu me candidatava era na área de programação. Tive entrevistas que inclusive chegaram a duvidar que eu realmente queria me candidatar aquele cargo! Hoje sinto que o mercado vê isso um pouco mais diferente, inclusive já tive a experiência de ter clientes que se agradam por estar entrando em contato com uma programadora.

Samantha Faria, desenvolvedora Web

 

O segundo depoimento é o da Suelen, uma super parceira da nossa equipe. Programadora há tantos anos, ela conta que passou por várias experiências de preconceito por ser mulher e trabalhar na área.

Eu escolhi programação pois inicialmente achei que gostaria de trabalhar com contabilidade, uma vez que eu amo matemática. Até que a esposa do meu primo, que trabalha na área de RH, disse: “Por que você não faz programação? É o futuro e é voltado para cálculos”. Eu não fazia a maior ideia do que seria estudado, até que me inscrevi na Unimep para ser aluna de TI.

Um dos meus principais desafios foi arrumar o primeiro emprego na área: quando consegui, tive que trabalhar sozinha na área porque todos os programadores saíram da empresa e eu fiquei sozinha e me achava incapaz de conseguir. Mal sabia eu que me tornaria uma mulher ainda mais forte e inteligente. Hoje, meu principal desafio é ter paciência e sabedoria, pois minha mente tem que estar limpa para conseguir resolver bugs e desenvolver de forma mais rápida.

Ser mulher dificultou minha entrada em vagas de empregos e oportunidades e vi que sofri preconceito quando uma empresa que estava contratando pra área de TI me questionou na entrevista: “quem me garante que você, mulher, com suas crises de tpm, conseguirá trabalhar com uma equipe de marmanjo e será tão produtiva quanto um homem?” Eu me levantei e fiz questão de dizer que realmente não queria estar naquele lugar. Não combinava comigo, sua mente era quadrada e preconceituosa e eu merecia muito mais do que estar ali… Desisti da vaga, virei as costas e fui embora. Infelizmente, já ouvi vários outros comentários preconceituosos, tipo: lugar de mulher é da cozinha (meu professor disse). Mas não foram só experiências ruins: ao ter oportunidade em agências, que não são quadradas, eu fui muito bem recebida e elogiada por ser mulher e isso me deu forças a ser ainda melhor do que sou.

Suelen Magnaterra, front-end e back-end

É isso aí, pessoal! Vimos que desde sempre, as mulheres enfrentam desafios e dificuldades, principalmente no ambiente de trabalho. Sigamos, então, todos juntos nessa caminhada para fazer do mundo um lugar justo para todos.

 

Para saber mais a respeito da origem da data, clique aqui.

Saiba mais sobre a história de Margaret Hamilton e como foi que ela salvou os 3 astronautas.

Conheça a história de mais mulheres importantes para a história da tecnologia aqui.

 

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *